eleição

Membro da Comissão Eleitoral e concorrentes à diretoria, momentos antes do início da votação

Os servidores efetivos do município de Porto Nacional foram convocados para mais uma eleição, na qual será eleita a nova Diretoria Executiva do Previporto, para mais um mandato de dois anos.

O início da votação se deu às 08h17m, na Câmara Municipal, após a presidente da Comissão Eleitoral, Drª. Bárbara Pugas, acompanhada do membro da Comissão, o secretário da Administração, José Antônio Macedo, vistoriar o lacre das urnas e lavrar a ata. Duas chapas estão concorrendo, a chapa 1, intitulada “A união faz a força”, que tem como candidato a Diretor Executivo, o servidor (professor) Sidney Pereira de Oliveira, que já ocupou o cargo em 2014/2015, a servidora Sandra A. C. G. Gaspar, como Coordenadora Previdenciária e o servidor Josiel Pereira Sales, como Coordenador Adm. e Finanças. Sidney se candidatou à reeleição, em 2015, foi reeleito, mas não assumiu por decisão da justiça que viu impedimento na sua chapa por conter dois irmãos na sua composição. Tendo assumido a servidora Sheylla, atual Diretora Executiva e candidata à reeleição. E a chapa 2, “Juntos somos mais fortes”, que trás a servidora Sheylla, candidata à reeleição como Diretora Executiva, a servidora Giovanete, como Assistente Previdenciário e a servidora Maria de Jesus (Dijé), como Coordenardora Adm. e Finanças.

candidato

Candidato Sidney Pereira, no momento do voto

Segundo a atual Diretora Executiva, Sheylla, ela busca a sua reeleição para que possa concluir os projetos que já deu início. “Fizemos nossas prestações de contas bimestrais, com um mandato bastante transparente. Hoje temos um superávit, com um saldo de quase 25 milhões em aplicações, com os repasses por parte da Prefeitura sendo feitos normalmente, sempre em dia, o que é diferente da realidade que vivenciamos na gestão anterior, quando houve atrasos nos repasses.” Segundo a Diretora Executiva, além de cumprir com os repasses mensais em dia, o atual prefeito vem mantendo o pagamento da dívida deixada pelo ex-prefeito, que ao final do seu mandato fez um parcelamento dos repasses que não pagou.

DSC 0363

Candidata Sheylla, confiante na reeleição

A votação se estenderá na Câmara até às 17 horas.